sábado, 30 de abril de 2016

TOP SEVEN - Apontamento de Notícias (24 a 30 de Abril)

BILLY PAUL PERDE LUTA CONTRA CÂNCER NOS EUA

   O cantor, que tinha 81 anos, morreu no domingo (24), em sua casa, na cidade de Nova Jersey, nos Estados Unidos. Billy Paul (Foto) havia sido diagnosticado com câncer no pâncreas e desde então lutava contra a doença, chegando a ser internado na semana anterior no Hospital da Universidade Temple. Ele começou a carreira ainda criança, tocando em rádios e clubes da cidade onde vivia. Lançou o primeiro dos 15 álbuns em 1968, aos 33 anos. Ganhou notoriedade na década seguinte pela voz, sempre interpretando canções românticas. Seu maior sucesso foi "Me and Mrs Jones, gravada em 1972. Entre os prêmios conquistados está o Grammy, maior prêmio da música mundial.

SENADO DEFINE NOMES DA COMISSÃO DE IMPEACHMENT

   A sessão que elegeu os 42 membros (21 senadores e 21 suplentes) da Comissão que analisará o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff foi aberta às 14h da segunda-feira (25), em Brasília. Antes da eleição, porém, senadores de partidos pró e contra afastamento discursaram no plenário. O pernambucano Humberto Costa (PT) se colocou contra ao processo por entender que não há crime que justifique o afastamento. Após as explanações, os nomes dos integrantes foram lidos: O PMDB, que tem a maior bancada, ficou com 5 vagas, seguido do Bloco de Oposição (PSDB/DEM e PV) e de Apoio ao Governo (PT e PDT), com 4, cada, Os Blocos Socialismo e Democracia (PSB/PPS/PC do B/Rede) e Democracia Progressista (PP/PSD) ficaram com 3 vagas cada um. Por fim, o Bloco Moderador (PTB/PR/PSC/PRB/PTC) teve 2 vagas. Um grupo de senadores pediu que o processo de Temer fosse analisado junto com o de Dilma. Temer também é alvo de pedido de afastamento por ter assinado decretos de suplementação orçamentária sem autorização do congresso. O pedido havia sido rejeitado por Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Na terça-feira, Raimundo Lira (PMDB-PB) foi eleito presidente da comissão e Antônio Anastasia (PSDB-MG) o relator do processo. Na quinta-feira, os senadores ouviram os autores do pedido e no dia seguinte, a defesa da presidente.

LOBISTA CONFIRMA PAGAMENTO DE PROPINA A CUNHA

   Fernando Antônio Soares, conhecido como Fernando Baiano (Foto), prestou depoimento ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, na terça-feira (26), em Brasília. Durante a sessão, à portas fechadas, iniciada às 14h30, o lobista confirmou o repasse de propina ao deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que responde processo de Quebra de Decoro Parlamentar. Baiano, que é um dos delatores da Operação "Lava Jato", porém, afirmou não saber da existência de contas do peemedebista na Suíça. Ele também disse ter entregue R$ 4 milhões, provenientes do esquema de corrupção da Petrobras, pessoalmente e em dinheiro vivo ao deputado. O advogado de defesa de Cunha protestou, alegando que o tema não era foco da pauta do Conselho, que só investiga a existência das contas bancárias. No mesmo dia, o presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PR-BA), recebeu uma petição com 1,3 milhão de assinaturas pedindo  a cassação de Eduardo Cunha. O documento foi entregue por representantes da Avaaz.

ATOR UMBERTO MAGNANI MORRE NO RJ

   Dois dias após sofrer um Acidente Vascular Encefálico (AVE) hemorrágico, o ator Umberto Magnani (Foto), de 75 anos, morreu na quarta-feira (27), no Rio de Janeiro. Ele se preparava para gravar cenas da novela "Velho Chico", atualmente no ar, nos estúdios da Rede Globo, quando passou mal. O ator foi socorrido para o Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, onde passou por cirurgia no cérebro e ficou em coma profundo. Nascido em Santa Cruz do Rio Pardo em 1941, no interior de São Paulo, Umberto começou a carreira em 1965, passando por teatro, cinema e televisão. Na TV, estreou na extinta Tupi, teve passagens pelo SBT, Record e Rede Globo, onde participou de novelas como "Páginas da Vida", 'Mulheres Apaixonadas" e a minissérie "Presença da Anita". O velório foi realizado na quinta-feira, no Teatro de Arena, em São Paulo. O enterro aconteceu na cidade natal de Magnani, no dia seguinte.

MENDES JÚNIOR É PRIMEIRA CONSTRUTORA PENALIZADA NA "LAVA JATO"

   O Diário-Oficial da União publicou, na quinta-feira (28), a decisão de tornar a Construtora Mendes Júnior "inidônea", com isso, o empresa fica proibida de fechar contratos com o poder público por dois anos. Ela é a primeira empresa alvo da operação "Lava Jato" a receber a punição, por não ter feito o acordo de leniência, em que cede informações sobre a investigação para amenizar a pena. O processo em questão tem haver com contratos da empresa firmados com a Petrobras para a construção de refinarias no Rio de Janeiro. Segundo a Controladoria-Geral da União (CGU), a decisão de vetar a construtora em contratos públicos teve base nas informações obtidas na Justiça Federal, no Ministério Público, no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e na Petrobras. A denúncia é que a Mendes Júnior agia coordenada com concorrentes para diminuir a competitividade nas licitações. Executivos da empresa foram denunciados na 7ª fase da "Lava Jato", em novembro de 2014.

MARKETEIRO E EMPRESÁRIO VIRAM RÉUS NA "LAVA JATO"

   As denúncias contra João Santana, a esposa dele, Mônica Moura, Marcelo Odebrecht e outras 14 pessoas foram aceitas, na sexta-feira (29), pelo juiz Sérgio Moro, transformando todos em réus da Operação "Lava Jato". Todos irão responder pelos crimes de corrupção, organização criminosa, lavagem de dinheiro em outros dois processos provenientes da operação que investiga o esquema de corrupção da Petrobras. Todas as ações foram originadas da 23ª fase da "Lava jato", em que foram encontrados indícios de que o marqueteiro do PT recebeu 3 milhões de dólares de offshores ligadas a Odebrecht. Em sua decisão, Moro afirmou que as acusações serão melhor discutidas durante o processo, mas que já existem indícios de autoria e materialidade, sobre os crimes, apontados pelo Ministério Público. Odebrecht já foi condenado a 19 anos e 4 meses em um processo e aguarda a fase de testemunhas do segundo.

DIA "D" VACINA CONTRA GRIPE EM TODO O BRASIL

   O ápice da campanha (Foto) realizada pelo Ministério da Saúde e as secretarias municipais e estaduais de saúde aconteceu em todos os estados do país, no sábado (30). A expectativa do Governo Federal é imunizar contra o vírus da gripe cerca de 50 milhões de pessoas até o dia 20 de maio. Grupos prioritários, conforme determinação da Organização Mundial de Saúde (OMS), estão recebendo as doses: Pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos, indígenas, gestantes, profissionais da saúde e funcionários do sistema prisional. Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis também podem ser vacinadas. Em algumas cidades da Bahia não houve a distribuição de doses. A campanha visa diminuir o número de internações e mortalidade por complicações da doença.

Fontes: Uol, G1, Yahoo.
Fotos: Billy Paul (AP Photo / Earl Gibson III); Fernando Baiano (Extraída do site "Brasil 247"); Umberto Magnani (Reprodução / Facebook "Velho Chico"); Campanha Dia D Contra Gripe (Divulgação / Ministério da Saúde).

quarta-feira, 27 de abril de 2016

ABRIL POR ROCK 2016

   A nação roqueira tem motivos de sobra pra comemorar. Neste final de semana, o Recife recebe a 24ª edição do "Abril Pro Rock". O festival, criado e promovido pela primeira vez em 1993, reúne bandas regionais, nacionais e internacionais para mais de 10 horas de música por dia. Este ano, os shows serão divididos entre a casa de shows Baile Perfumado e Classic Hall.

   Na sexta-feira (29), primeiro dia do evento, as apresentações começam às 21h. Se apresentam as seguintes atrações:
 
Alice Caymmi (RJ)
Tiê (SP)
Felipe Catto (RS)
Jéf (RS)
Os Transtornados do Ritmo Antigo (PE)
Em Canto e Poesia (PE)
Graxa (PE)
Bandavoou (PE)
Pierre Tenório (PE)
 
   No sábado (30), os shows terão início às 18h (Com, abertura dos portões às 17h) com as atrações abaixo:
 
Malevolent Creation (EUA)
Warrel Dane (EUA)
Robertinho do Recife (PE)
Korzuz (SP)
Viper (SP)
Terra Prima (PE)
Evil Invaders (BEL)
Oitão (SP)
Side Sick Sinners (PR)
Questions (SP)
Confounded (PE)
Monticelli (PE)
Maua (SE)
 
   Os ingressos custam R$ 70 (Inteira) e R$ 35 (Meia). Também será disponível o ingresso social, que custa R$ 45 e 1kg de alimento não perecível. As entradas estão à venda nas lojas Seaway, Renner e nas bilheterias do Baile Perfumado e do Classic Hall.
 
Foto: Divulgação / Abril Pro Rock

segunda-feira, 25 de abril de 2016

PERNAMBUCANO 2016 - SEGUNDA SEMIFINAL

   Os dois jogos que definiram os dois finalistas do campeonato estadual aconteceram na tarde do domingo (24), às 16h. Náutico e Santa Cruz se enfrentaram na Arena Pernambuco e, com a vantagem conquistada na primeira partida, a vaga final ficou com os tricolores. O jogo na Arena começou com os alvirrubros partindo para o ataque. Com 33 minutos, Ronaldo Alves abriu o marcador para o Náutico. Na volta do intervalo, Grafite diminuiu para os visitantes, aos 6 minutos. Lelê ampliou aos 47 e confirmou a presença na final. Confira o resultado final:
 
NÁUTICO  1  X  2  SANTA CRUZ
 
   No sertão, o Sport disputou a vaga com os donos da casa, o Salgueiro. Vencendo o primeiro jogo por 1 a 0, a equipe leonina viu a situação complicar aos 7 minutos, quando Moreilândia abriu o placar para o "Carcará". Sem conseguir evoluir ao longo do restante do jogo e com o Salgueiro na defesa, o jogo terminou empatado, levando a decisão para os pênaltis. Confira o resultado da partida no tempo regulamentar:
 
SALGUEIRO  1  X  0  SPORT
 
   Nos pênaltis, Durval iniciou a série de cobranças marcando para o Sport. Luiz Antônio, Everton Felipe e Mark Gonzalez também converteram. Apenas Gabriel Xavier desperdiçou, chutando por cima da trave. Do lado "Carcará", Rogério Paraíba, Nilson, Ranieri e Rodolfo Potiguar fizeram os deles. Marcos Tamandaré, o primeiro a cobrar, chutou pra fora. Após as cinco cobranças de cada equipe, deu-se início a segunda fase, em que quem perdesse o chute seria desclassificado. Após Samuel Xavier marcar para o "Leão", Toty chutou pro alto e entregou a vaga na final ao Sport. Confira o resultado final dos pênaltis:
 
SALGUEIRO  4 5  SPORT
 
   Com as equipes finalistas definidas, as datas também foram fixadas. No dia 4 de maio, Santa Cruz e Sport se encontram no estádio do Arruda, às 21h45, e no dia 8, a finalíssima ocorrerá no estádio da Ilha do Retiro, a partir das 16h.
 
Fonte: Federação Pernambucana de Futebol

sábado, 23 de abril de 2016

TOP SEVEN - Apontamento de Notícias (17 a 23 de Abril)

CÂMARA APROVA E IMPEACHMENT VAI AO SENADO

   A sessão que votou o prosseguimento do impeachment da presidente Dilma Rousseff teve início às 14h do domingo (17), em Brasília. Antes da votação propriamente dita, os líderes dos 25 partidos da Câmara fizeram pronunciamentos. Com a presença de 511 parlamentares (2 se ausentaram por problemas de saúde), os votos foram sendo tomados por volta das 18h. Seis horas depois, eram 367 votos a favor, 140 contra e 7 abstenções. Milhares de pessoas reunidas em todas as capitais comemoraram a decisão. A sessão foi encerrada em torno da meia-noite. O voto que completou o mínimo necessário para aprovação foi do pernambucano Bruno Araújo (PSDB). Após a aprovação, o parecer foi enviado para o Senado, no dia seguinte, que ficará a cargo da segunda e mais complexa fase do rito. Uma comissão de 42 pessoas (entre senadores e suplentes) será criada para analisar e votar a acusação. Após isso, será feito um relatório que será votado pelos 81 senadores. Caso consiga uma maioria simples (Metade mais um) de votos a favor, Dilma será afastada para investigação. Se o quórum mínimo de votos não for batido, o processo será arquivado.

NÚMERO DE MORTOS PASSAM DE TREZENTOS NO EQUADOR

   O Ministério de Segurança do país atualizou, na segunda-feira (18), o número de mortos vítimas do terremoto que atingiu, na noite do sábado, seis províncias da costa equatoriana. Segundo os novos números, mais de 350 pessoas perderam a vida e outras 2 mil ficaram feridas. O tremor de 7.8 graus de magnitude na Escala Richter (Que vai de 0 a 10), que durou pouco menos de 1 minuto, destruiu prédios, causou alerta de Tsunami e deixou regiões sem energia elétrica. O presidente do Equador Rafael Correa, que estava em viagem na Itália, retornou ao país no domingo e esteve nos locais atingidos. A ajuda começou a chegar às cidades horas depois. Tendo como epicentro a cidade de Manabí, a 300 quilômetros da capital, Quito, o terremoto é o mais forte já registrado no país desde 1979. Outras 135 réplicas seguiram o principal abalo. Ele também foi sentido no sul do Peru e da Colômbia, mas sem informações de vítimas.

ALIADOS DE CUNHA TENTAM MANOBRA NO CONSELHO DE ÉTICA

   Por meio de nota enviada a imprensa na terça-feira (19), o presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo, negou que o processo de quebra de decoro parlamentar contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ) terá limitações. A resposta foi dada horas depois da decisão tomada pelo vice-presidente do Conselho, e aliado de Cunha, Waldir Maranhão (PP/MA), que definiu que a apuração ficaria restrita a suspeita de que o deputado teria contas no exterior e mentiu sobre elas na CPI da Petrobras, excluindo assim, a denúncia de que ele recebera vantagens indevidas no esquema da estatal. Na fase atual da investigação, o relator Marcos Rogério solicitou ao Ministério Público e ao STF o compartilhamento dos processos envolvendo o parlamentar. O relator afirmou que a decisão foi mais uma manobra para arquivar o processo ou abrandar a punição. Opositores de Cunha, como líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente (SP) e o deputado Zé Geraldo (PT-PA) afirmaram que irão recorrer da decisão.

IBGE: TAXA DE DESEMPREGO PASSA DE 10% NO BRASIL

   Dados divulgados na quarta-feira (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostraram que a taxa de desemprego aumentou no trimestre encerrado em fevereiro: 10,2%. É a primeira vez, desde o início do levantamento, em 2012, que a taxa atinge o patamar de dois dígitos. O balanço anterior, considerando os meses de setembro, outubro e novembro de 2015, foi de 9%. O resultado surpreendeu os economistas, que esperavam uma taxa de pelo menos 10,1%. A renda média do trabalhador também caiu 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Os estudos foram realizados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua) e é o mais abrangente sobre as condições do mercado de trabalho no país. O Brasil tem 10,37 milhões de desempregados, 2,97 milhões a mais que há um ano. Na sexta-feira, o Ministério do Trabalho divulgou que 1,85 milhões de postos de emprego foram fechados no Brasil, sendo 118 mil só em março. O resultado é o pior em 25 anos.

CANTOR PRINCE MORRE AOS 57 ANOS NOS EUA

   O artista norte-americano foi encontrado sem vida no elevador de sua mansão, na quinta-feira (21), em Minnesota, nos Estados Unidos. Prince Rogers Nelson (Foto) tinha 57 anos e se tornou um dos mais lendários nomes da música mundial, principalmente pelo estilo excêntrico com que se apresentava. Ele já havia sido hospitalizado uma semana antes, quando sua aeronave teve de fazer um pouso de emergência para que fosse socorrido, na volta de um show de sua atual turnê. Apesar da equipe do cantor relatar ter se tratado de uma gripe, sites de celebridades creditaram a internação como fruto de uma overdose. A morte comoveu fãs no mundo inteiro. Durante a carreira, Prince lançou 39 discos, vendendo mais de 100 milhões de cópias. Ganhou 7 Grammys e 1 Oscar, pela música título do filme "Purple Rain", de 1984. Seu último disco "HIT'nRUN" foi lançado em dezembro de 2015. O cantor foi casado por duas vezes e teve um filho, que morreu após o nascimento, em 1996. A autópsia foi realizada na sexta-feira e o resultado deve sair em algumas semanas.

DILMA DISCURSA NA ONU MAS NÃO FALA SOBRE IMPEACHMENT

   Ao contrário das expectativas da oposição, a presidente Dilma Rousseff (Foto) não mencionou sobre seu processo de impeachment na cerimônia de assinatura do "Acordo de Paris", na sexta-feira (22), na sede da Organização das Nações Unidas - ONU - em Nova York. O encontro contou com representantes de 195 países e visa criar mecanismos para evitar o aquecimento global. Dilma falou dos esforços que tomará para cumprir o acordo. Ela também comentou as dificuldades que o país está vivendo sem, porém, mencionar o processo de afastamento que enfrenta. O fato de não mencionar foi elogiado por governistas e opositores, que acreditavam que a menção de um possível golpe mancharia ainda mais a imagem do Brasil diante das outras nações. Durante a viagem, o vice-presidente Michel Temer assumiu interinamente o país.

SEGUNDA VÍTIMA DE QUEDA DE CICLOVIA É ENTERRADA NO RJ

   O corpo de Ronaldo Severino da Silva, de 60 anos, foi enterrado na manhã do sábado (23), no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Ele foi a segunda vítima encontrada após a queda de uma ciclovia atingida por ondas na Avenida Niemeyer, na quinta-feira. Cerca de 20 metros da estrutura não aguentou a força das ondas do mar, que estava em ressaca, e caiu de uma altura de aproximadamente 10 metros. A obra, batizada com o nome do cantor Tim Maia, foi entregue há três meses e era frequentada por ciclistas e corredores. O engenheiro Eduardo Marinho de Albuquerque, de 54 anos, foi o primeiro resgatado e teve o corpo cremado na sexta-feira. Uma terceira pessoa segue sendo procurada por homens do Corpo de Bombeiros. As equipes usam helicópteros, barcos e um drone para vasculhar a área. A Prefeitura do Rio cobrou explicações da empresa responsável pela obra.

Fontes: Uol, G1, Folha de São Paulo, Extra.
Fotos: Prince (Divulgação); Dilma Rousseff (Mary Altaffer / AP).

quinta-feira, 21 de abril de 2016

PERNAMBUCANO 2016 - PRIMEIRA SEMIFINAL

   As semifinais do Campeonato Pernambucano 2016  tiveram início, na quarta-feira (20), em Recife. Na primeira das duas etapas da fase, o Santa Cruz recebeu a equipe do Náutico no estádio do Arruda, às 21h45, para mais um "Clássico dos Clássicos".  Na quinta-feira (21) foi a vez do Sport receber o Salgueiro no estádio da Ilha do Retiro, às 16h. Confira os resultados dos jogos abaixo:

SANTA CRUZ  3  X  1  NÁUTICO

SPORT  1  X  0  SALGUEIRO

   Os jogos que definirão os finalistas da competição acontecem no próximo domingo (24), a partir das 16h. Salgueiro e Sport duelam no estádio Cornélio de Barros, enquanto Náutico de Santa Cruz se enfrentam na Arena Pernambuco. A Federação Pernambucana de Futebol ainda não informou as datas das duas etapas das finais.

Fonte: Federação Pernambucana de Futebol 

segunda-feira, 18 de abril de 2016

CÂMARA VOTA IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEFF

   A votação do Impeachment da presidente Dilma Rousseff aconteceu na tarde do domingo (17). Após dois dias de debates, envolvendo centenas de parlamentares, 511 dos 513 deputados que fazem parte da Câmara definiram seus votos. Houve um princípio de tumulto, quando uma faixa com os dizeres "Fora Cunha" foi aberta. O presidente da casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ordenou que todas as faixas fossem retiradas.
   25 lideranças de cada partido fizeram discursos antes do início da votação. Enquanto isso, manifestantes contra e a favor do afastamento se concentraram em todas as capitais do país. Em Recife, grupos pró-impeachment se reuniram no segundo jardim de Boa Viagem. No outro extremo da cidade, no Marco Zero da capital pernambucana, movimentos sociais favoráveis a presidente assistiram por telões a votação.
   A ordem de votação, iniciada às 17h40, foi definida alternando deputados de estados das regiões Norte e Sul, em seguida, foram os estados do Centro-Oeste e por fim, alternaram estados do Sudeste e do Nordeste, que concluiu a votação. Confira abaixo como votou cada parlamentar de acordo com a ordem da fala:
Roraima
ABEL MESQUITA JR. (DEM) - SIM
CARLOS ANDRADE (PHS) - SIM
EDIO LOPES (PR) - NÃO
HIRAN GONÇALVES (PP) - SIM
JHONATAN DE JESUS (PRB) - SIM
MARIA HELENA (PSB) - SIM
REMÍDIO MONAI (PR) - SIM
SHÉRIDAN (PSDB) - SIM

Rio Grande do Sul
AFONSO HAMM (PP) - SIM
AFONSO MOTTA (PDT) - NÃO
ALCEU MOREIRA (PMDB) - SIM
BOHN GASS (PT) - NÃO
CARLOS GOMES (PRB) - SIM
COVATTI FILHO (PP) - SIM
DANRLEI DE DEUS HINTERHOLZ (PSD) - SIM
DARCÍSIO PERONDI (PMDB) - SIM
GIOVANI CHERINI (PDT) - SIM
HEITOR SCHUCH (PSB) - SIM
HENRIQUE FONTANA (PT) - NÃO
JERÔNIMO GOERGEN (PP) - SIM
JOÃO DERLY (REDE) - SIM
JOSÉ FOGAÇA* (PMDB) - SIM
JOSÉ OTÁVIO GERMANO (PP) - SIM
JOSE STÉDILE (PSB) - SIM
LUIS CARLOS HEINZE (PP) - SIM
LUIZ CARLOS BUSATO (PTB) - SIM
MARCO MAIA (PT) - NÃO
MARCON (PT) - NÃO
MARIA DO ROSÁRIO (PT) - NÃO
MAURO PEREIRA* (PMDB) - SIM
NELSON MARCHEZAN JUNIOR (PSDB) - SIM
ONYX LORENZONI (DEM) - SIM
OSMAR TERRA (PMDB) - SIM
PAULO PIMENTA (PT) - NÃO
PEPE VARGAS (PT) - NÃO
POMPEO DE MATTOS (PDT) - ABSTENÇÃO
RENATO MOLLING (PP) - SIM
RONALDO NOGUEIRA (PTB) - SIM
SÉRGIO MORAES (PTB) - SIM

Santa Catarina
CARMEN ZANOTTO (PPS) - SIM
CELSO MALDANER (PMDB) - SIM
CESAR SOUZA (PSD) - SIM
DÉCIO LIMA (PT) - NÃO
ESPERIDIÃO AMIN (PP) - SIM
GEOVANIA DE SÁ (PSDB) - SIM
JOÃO PAULO KLEINÜBING (PSD) - SIM
JOÃO RODRIGUES (PSD) - SIM
JORGE BOEIRA (PP) - SIM
JORGINHO MELLO (PR) - SIM
MARCO TEBALDI (PSDB) - SIM
MAURO MARIANI (PMDB) - SIM
PEDRO UCZAI (PT) - NÃO
ROGÉRIO PENINHA MENDONÇA (PMDB) - SIM
RONALDO BENEDET (PMDB) - SIM
VALDIR COLATTO (PMDB) - SIM

Amapá
ANDRÉ ABDON (PP) - SIM
CABUÇU BORGES (PMDB) - SIM
JANETE CAPIBERIBE (PSB) - NÃO
JOZI ARAÚJO (PTN) - NÃO
MARCOS REATEGUI (PSD) - SIM
PROFESSORA MARCIVANIA (Pcdob) - NÃO
ROBERTO GÓES (PDT) - NÃO
VINICIUS GURGEL (PR) - ABSTENÇÃO

Pará
ARNALDO JORDY (PPS) - SIM
BETO FARO (PT) - NÃO
BETO SALAME (PP) - ABSTENÇÃO
DELEGADO ÉDER MAURO (PSD) - SIM
EDMILSON RODRIGUES (PSOL) - NÃO
ELCIONE BARBALHO (PMDB) - NÃO
FRANCISCO CHAPADINHA (PTN) - SIM
HÉLIO LEITE (DEM) - SIM
JOAQUIM PASSARINHO (PSD) - SIM
JOSÉ PRIANTE (PMDB) - SIM
JOSUÉ BENGTSON (PTB) - SIM
JÚLIA MARINHO (PSC) - SIM
LÚCIO VALE (PR) - NÃO
NILSON PINTO (PSDB) - SIM
SIMONE MORGADO (PMDB) - NÃO
WLADIMIR COSTA (SD) - SIM
ZÉ GERALDO (PT) - NÃO
Paraná
ALEX CANZIANI (PTB) - SIM
ALFREDO KAEFER (PSL) - SIM
ALIEL MACHADO (REDE) - NÃO
ASSIS DO COUTO (PDT) - NÃO
CHRISTIANE DE SOUZA YARED (PR) - SIM
DIEGO GARCIA (PHS) - SIM
DILCEU SPERAFICO (PP) - SIM
ENIO VERRI (PT) - NÃO
EVANDRO ROMAN (PSD) - SIM
FERNANDO FRANCISCHINI (SD) - SIM
GIACOBO (PR) - SIM
HERMES PARCIANELLO (PMDB) - SIM
JOÃO ARRUDA (PMDB) - SIM
LEANDRE (PV) - SIM
LEOPOLDO MEYER (PSB) - SIM 
LUCIANO DUCCI (PSB) - SIM
LUIZ CARLOS HAULY (PSDB) - SIM
LUIZ NISHIMORI (PR) - SIM
MARCELO BELINATI (PP) - SIM
NELSON MEURER (PP) - SIM
NELSON PADOVANI* (PSDB) - SIM
OSMAR SERRAGLIO (PMDB) - SIM
PAULO MARTINS* (PSDB) - SIM
RICARDO BARROS (PP) - SIM
RUBENS BUENO (PPS) - SIM
SANDRO ALEX (PSD) - SIM
SERGIO SOUZA (PMDB) - SIM
TAKAYAMA (PSC) - SIM
TONINHO WANDSCHEER (PROS) - SIM
ZECA DIRCEU (PT) - NÃO

Mato Grosso do Sul
CARLOS MARUN (PMDB) - SIM
DAGOBERTO (PDT) - NÃO
ELIZEU DIONIZIO* (PSDB) - SIM
GERALDO RESENDE (PSDB) - SIM
MANDETTA (DEM) - SIM
TEREZA CRISTINA (PSB) - SIM
VANDER LOUBET (PT) - NÃO
ZECA DO PT (PT) - NÃO

Amazonas 

ALFREDO NASCIMENTO (PR) - SIM
ARTHUR VIRGÍLIO BISNETO (PSDB) - SIM
ÁTILA LINS (PSD) - SIM
CONCEIÇÃO SAMPAIO (PP) - SIM
HISSA ABRAHÃO (PDT) - SIM
MARCOS ROTTA (PMDB) - SIM
PAUDERNEY AVELINO (DEM) - SIM
SILAS CÂMARA (PRB) - SIM

Rondônia
EXPEDITO NETTO (PSD) - SIM
LINDOMAR GARÇON (PRB) - SIM
LUCIO MOSQUINI (PMDB) - SIM
LUIZ CLÁUDIO (PR) - SIM
MARCOS ROGÉRIO (DEM) - SIM
MARIANA CARVALHO (PSDB) - SIM
MARINHA RAUPP (PMDB) - SIM
NILTON CAPIXABA (PTB) - SIM

Goiás
ALEXANDRE BALDY (PTN) - SIM
CÉLIO SILVEIRA (PSDB) - SIM
DANIEL VILELA (PMDB) - SIM
DELEGADO WALDIR (PR) - SIM
FÁBIO SOUSA (PSDB) - SIM
FLÁVIA MORAIS (PDT) - SIM
GIUSEPPE VECCI (PSDB) - SIM
HEULER CRUVINEL (PSD) - SIM
JOÃO CAMPOS (PRB) - SIM
JOVAIR ARANTES (PTB) - SIM
LUCAS VERGILIO (SD) - SIM
MAGDA MOFATTO (PR) - SIM
MARCOS ABRÃO (PPS) - SIM
PEDRO CHAVES (PMDB) - SIM
ROBERTO BALESTRA (PP) - SIM
RUBENS OTONI (PT) - NÃO
THIAGO PEIXOTO (PSD) - SIM

Distrito Federal
ALBERTO FRAGA (DEM) - SIM
AUGUSTO CARVALHO (SD) - SIM
ERIKA KOKAY (PT) - NÃO
IZALCI (PSDB) - SIM
LAERTE BESSA (PR) - SIM
ROGÉRIO ROSSO (PSD) - SIM
RONALDO FONSECA (PROS) - SIM
RÔNEY NEMER (PP) - SIM

Acre
ALAN RICK (PRB) - SIM
ANGELIM (PT) - NÃO
CÉSAR MESSIAS (PSB) - NÃO
FLAVIANO MELO (PMDB) - SIM
JÉSSICA SALES (PMDB) - SIM
LÉO DE BRITO (PT) - NÃO
ROCHA (PSDB) - SIM
SIBÁ MACHADO (PT) - NÃO
Tocantins
CARLOS HENRIQUE GAGUIM (PTN) - SIM
CÉSAR HALUM (PRB) - SIM
DULCE MIRANDA (PMDB) - SIM
IRAJÁ ABREU (PSD) - NÃO
JOSI NUNES (PMDB) - SIM
LÁZARO BOTELHO (PP) - SIM
PROFESSORA DORINHA SEABRA REZENDE (DEM) - SIM
VICENTINHO JÚNIOR (PR) - NÃO

Mato Grosso
ADILTON SACHETTI (PSB) - SIM
CARLOS BEZERRA (PMDB) - SIM
FABIO GARCIA (PSB) - SIM
NILSON LEITÃO (PSDB) - SIM
PROFESSOR VICTÓRIO GALLI (PSC) - SIM
SÁGUAS MORAES (PT) - NÃO
TAMPINHA* (PSD) - SIM
VALTENIR PEREIRA (PMDB) - NÃO

São Paulo
ALEX MANENTE (PPS) - SIM
ALEXANDRE LEITE (DEM) - SIM
ANA PERUGINI (PT) - NÃO
ANDRES SANCHEZ (PT) - NÃO
ANTONIO BULHÕES (PRB) - SIM
ARLINDO CHINAGLIA (PT) - NÃO
ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB) - SIM
ARNALDO JARDIM (PPS) - SIM
BALEIA ROSSI (PMDB) - SIM
BETO MANSUR (PRB) - SIM
BRUNA FURLAN (PSDB) - SIM
BRUNO COVAS (PSDB) - SIM
CAPITÃO AUGUSTO (PR) - SIM
CARLOS SAMPAIO (PSDB) - SIM
CARLOS ZARATTINI (PT) - NÃO
CELSO RUSSOMANNO (PRB) - SIM
DR. SINVAL MALHEIROS (PTN) - SIM
DUARTE NOGUEIRA (PSDB) - SIM
EDINHO ARAÚJO (PMDB) - SIM
EDUARDO BOLSONARO (PSC) - SIM
EDUARDO CURY (PSDB) - SIM
ELI CORRÊA FILHO (DEM) - SIM
EVANDRO GUSSI (PV) - SIM
FAUSTO PINATO (PP) - SIM
FLAVINHO (PSB) - SIM
FLORIANO PESARO (PSDB) - SIM
GILBERTO NASCIMENTO (PSC) - SIM
GOULART (PSD) - SIM
GUILHERME MUSSI (PP) - SIM
HERCULANO PASSOS (PSD) - SIM
IVAN VALENTE (PSOL) - NÃO
JEFFERSON CAMPOS (PSD) - SIM
JOÃO PAULO PAPA (PSDB) - SIM
JORGE TADEU MUDALEN (DEM) - SIM
JOSÉ MENTOR (PT) - NÃO
KEIKO OTA (PSB) - SIM
LUIZ LAURO FILHO (PSB) - SIM
LUIZA ERUNDINA (PSOL) - NÃO
MAJOR OLIMPIO (SD) - SIM
MARA GABRILLI (PSDB) - SIM
MARCELO SQUASSONI (PRB) - SIM
MARCIO ALVINO (PR) - SIM
MIGUEL HADDAD (PSDB) - SIM
MIGUEL LOMBARDI (PR) - SIM
MILTON MONTI (PR) - SIM
MISSIONÁRIO JOSÉ OLIMPIO (DEM) - SIM
NELSON MARQUEZELLI (PTB) - SIM
NILTO TATTO (PT) - NÃO
ORLANDO SILVA (Pcdob) - NÃO
PAULO FREIRE (PR) - SIM
PAULO MALUF (PP) - SIM
PAULO PEREIRA DA SILVA (SD) - SIM
PAULO TEIXEIRA (PT) - NÃO
PR. MARCO FELICIANO (PSC) - SIM
RENATA ABREU (PTN) - SIM
RICARDO IZAR (PP) - SIM
RICARDO TRIPOLI (PSDB) - SIM
ROBERTO ALVES (PRB) - SIM
ROBERTO DE LUCENA (PV) - SIM
RODRIGO GARCIA (DEM) - SIM
SAMUEL MOREIRA (PSDB) - SIM
SÉRGIO REIS (PRB) - SIM
SILVIO TORRES (PSDB) - SIM
TIRIRICA (PR) - SIM
VALMIR PRASCIDELLI (PT) - NÃO
VANDERLEI MACRIS (PSDB) - SIM
VICENTE CANDIDO (PT) - NÃO
VICENTINHO (PT) - NÃO
VINICIUS CARVALHO (PRB) - SIM
VITOR LIPPI (PSDB) - SIM

Maranhão
ALBERTO FILHO (PMDB) - SIM
ALUISIO MENDES (PTN) - NÃO
ANDRÉ FUFUCA (PP) - SIM
CLEBER VERDE (PRB) - SIM
ELIZIANE GAMA (PPS) - SIM
HILDO ROCHA (PMDB) - SIM
JOÃO CASTELO (PSDB) - SIM
JOÃO MARCELO SOUZA (PMDB) - NÃO
JOSÉ REINALDO (PSB) - SIM
JUNIOR MARRECA (PEN) - NÃO
JUSCELINO FILHO (DEM) - SIM
PEDRO FERNANDES (PTB) - NÃO
RUBENS PEREIRA JÚNIOR (Pcdob) - NÃO
SARNEY FILHO (PV) - SIM
VICTOR MENDES (PSD) - SIM
WALDIR MARANHÃO (PP) - NÃO
WEVERTON ROCHA (PDT) - NÃO
ZÉ CARLOS (PT) - NÃO

Ceará
ADAIL CARNEIRO (PP) - SIM
ANÍBAL GOMES (PMDB) - AUSENTE
ARIOSTO HOLANDA* (PDT) - NÃO
ARNON BEZERRA (PTB) - NÃO
CABO SABINO (PR) - SIM
CHICO LOPES (Pcdob) - NÃO
DANILO FORTE (PSB) - SIM
DOMINGOS NETO (PSD) - NÃO
GENECIAS NORONHA (SD) - SIM
GORETE PEREIRA (PR) - ABSTENÇÃO
JOSÉ AIRTON CIRILO (PT) - NÃO
JOSÉ GUIMARÃES (PT) - NÃO
LEÔNIDAS CRISTINO (PDT) - NÃO
LUIZIANNE LINS (PT) - NÃO
MACEDO (PP) - NÃO
MORONI TORGAN (DEM) - SIM
MOSES RODRIGUES (PMDB) - SIM
ODORICO MONTEIRO (PROS) - NÃO
RAIMUNDO GOMES DE MATOS (PSDB) - SIM
RONALDO MARTINS (PRB) - SIM
VICENTE ARRUDA* (PDT) - NÃO
VITOR VALIM (PMDB) - SIM

Rio de Janeiro
ALESSANDRO MOLON (REDE) - NÃO
ALEXANDRE SERFIOTIS (PMDB) - SIM
ALEXANDRE VALLE (PR) - SIM
ALTINEU CÔRTES (PMDB) - SIM
AROLDE DE OLIVEIRA (PSC) - SIM
AUREO (SD) - SIM
BENEDITA DA SILVA (PT) - NÃO
CABO DACIOLO (Ptdob) - SIM
CELSO PANSERA (PMDB) - NÃO
CHICO ALENCAR (PSOL) - NÃO
CHICO D'ANGELO (PT) - NÃO
CLARISSA GAROTINHO (PR) - AUSENTE
CRISTIANE BRASIL (PTB) - SIM
DELEY (PTB) - SIM
DR. JOÃO (PR) - SIM
EDUARDO CUNHA (PMDB) - SIM
EZEQUIEL TEIXEIRA (PTN) - SIM
FELIPE BORNIER (PROS) - SIM
FERNANDO JORDÃO (PMDB) - SIM
FRANCISCO FLORIANO (DEM) - SIM
GLAUBER BRAGA (PSOL) - NÃO
HUGO LEAL (PSB) - SIM
INDIO DA COSTA (PSD) - SIM
JAIR BOLSONARO (PSC) - SIM
JANDIRA FEGHALI (Pcdob) - NÃO
JEAN WYLLYS (PSOL) - NÃO
JULIO LOPES (PP) - SIM
LEONARDO PICCIANI (PMDB) - NÃO
LUIZ CARLOS RAMOS (PTN) - SIM
LUIZ SÉRGIO (PT) - NÃO
MARCELO MATOS (PHS) - SIM
MARCO ANTÔNIO CABRAL (PMDB) - SIM
MARCOS SOARES (DEM) - SIM
MIRO TEIXEIRA (REDE) - SIM
OTÁVIO LEITE (PSDB) - SIM
PAULO FEIJÓ (PR) - SIM
PEDRO PAULO (PMDB) - SIM
ROBERTO SALES (PRB) - SIM
RODRIGO MAIA (DEM) - SIM
ROSANGELA GOMES (PRB) - SIM
SERGIO ZVEITER (PMDB) - SIM
SIMÃO SESSIM (PP) - SIM
SORAYA SANTOS (PMDB) - SIM
SÓSTENES CAVALCANTE (DEM) - SIM
WADIH DAMOUS* (PT) - NÃO
WASHINGTON REIS (PMDB) - SIM

Espírito Santo
CARLOS MANATO (SD) - SIM
DR. JORGE SILVA (PHS) - SIM
EVAIR DE MELO (PV) - SIM
GIVALDO VIEIRA (PT) - NÃO
HELDER SALOMÃO (PT) - NÃO
LELO COIMBRA (PMDB) - SIM
MARCUS VICENTE (PP) - SIM
MAX FILHO (PSDB) - SIM
PAULO FOLETTO (PSB) - SIM
SERGIO VIDIGAL (PDT) - SIM

Piauí
ASSIS CARVALHO (PT) - NÃO
ÁTILA LIRA (PSB) - SIM
CAPITÃO FÁBIO ABREU (PTB) - NÃO
HERÁCLITO FORTES (PSB) - SIM
IRACEMA PORTELLA (PP) - SIM
JÚLIO CESAR (PSD) - SIM
MARCELO CASTRO (PMDB) - NÃO
PAES LANDIM (PTB) - NÃO
REJANE DIAS (PT) - NÃO
RODRIGO MARTINS (PSB) - SIM

Rio Grande do Norte
ANTÔNIO JÁCOME (PTN) - SIM
BETO ROSADO (PP) - SIM
FÁBIO FARIA (PSD) - SIM
FELIPE MAIA (DEM) - SIM
RAFAEL MOTTA (PSB) - SIM
ROGÉRIO MARINHO (PSDB) - SIM
WALTER ALVES (PMDB) - SIM
ZENAIDE MAIA (PR) - NÃO

Minas Gerais
ADELMO CARNEIRO LEÃO* (PT) - NÃO
AELTON FREITAS (PR) - NÃO
BILAC PINTO (PR) - SIM
BONIFÁCIO DE ANDRADA (PSDB) - SIM
BRUNNY (PR) - NÃO
CAIO NARCIO (PSDB) - SIM
CARLOS MELLES (DEM) - SIM
DÂMINA PEREIRA (PSL) - SIM
DELEGADO EDSON MOREIRA (PR) - SIM
DIEGO ANDRADE (PSD) - SIM
DIMAS FABIANO (PP) - SIM
DOMINGOS SÁVIO (PSDB) - SIM
EDUARDO BARBOSA (PSDB) - SIM
EROS BIONDINI (PROS) - SIM
FÁBIO RAMALHO (PMDB) - SIM
FRANKLIN LIMA (PP) - SIM
GABRIEL GUIMARÃES (PT) - NÃO
GEORGE HILTON (PROS) - NÃO
JAIME MARTINS (PSD) - SIM
JÔ MORAES (Pcdob) - NÃO
JÚLIO DELGADO (PSB) - SIM
LAUDIVIO CARVALHO (SD) - SIM
LEONARDO MONTEIRO (PT) - NÃO
LEONARDO QUINTÃO (PMDB) - SIM
LINCOLN PORTELA (PRB) - SIM
LUIS TIBÉ (Ptdob) - SIM
LUIZ FERNANDO FARIA (PP) - SIM
MARCELO ÁLVARO ANTÔNIO (PR) - SIM
MARCELO ARO (PHS) - SIM
MARCOS MONTES (PSD) - SIM
MARCUS PESTANA (PSDB) - SIM
MARGARIDA SALOMÃO (PT) - NÃO
MÁRIO HERINGER (PDT) - SIM
MAURO LOPES (PMDB) - SIM
MIGUEL CORRÊA (PT) - NÃO
MISAEL VARELLA (DEM) - SIM
NEWTON CARDOSO JR (PMDB) - SIM
ODELMO LEÃO (PP) - SIM
PADRE JOÃO (PT) - NÃO
PATRUS ANANIAS (PT) - NÃO
PAULO ABI-ACKEL (PSDB) - SIM
RAQUEL MUNIZ (PSD) - SIM
REGINALDO LOPES (PT) - NÃO
RENZO BRAZ (PP) - SIM
RODRIGO DE CASTRO (PSDB) - SIM
RODRIGO PACHECO (PMDB) - SIM
SARAIVA FELIPE (PMDB) - SIM
STEFANO AGUIAR (PSD) - SIM
SUBTENENTE GONZAGA (PDT) - SIM
TENENTE LÚCIO (PSB) - SIM
TONINHO PINHEIRO (PP) - SIM
WELITON PRADO (PMB) - SIM
ZÉ SILVA (SD) - SIM
Bahia
AFONSO FLORENCE (PT) - NÃO
ALICE PORTUGAL (Pcdob) - NÃO
ANTONIO BRITO (PSD) - NÃO
ANTONIO IMBASSAHY (PSDB) - SIM
ARTHUR OLIVEIRA MAIA (PPS) - SIM
BACELAR (PTN) - NÃO
BEBETO (PSB) - NÃO
BENITO GAMA (PTB) - SIM
CACÁ LEÃO (PP) - ABSTENÇÃO
CAETANO (PT) - NÃO
CLAUDIO CAJADO (DEM) - SIM
DANIEL ALMEIDA (Pcdob) - NÃO
DAVIDSON MAGALHÃES* (PcdoB) - NÃO
ELMAR NASCIMENTO (DEM) - SIM
ERIVELTON SANTANA (PEN) - SIM
FÉLIX MENDONÇA JÚNIOR (PDT) - NÃO
FERNANDO TORRES* (PSD) - NÃO
IRMÃO LAZARO (PSC) - SIM
JOÃO CARLOS BACELAR (PR) - NÃO
JOÃO GUALBERTO (PSDB) - SIM
JORGE SOLLA (PT) - NÃO
JOSÉ CARLOS ALELUIA (DEM) - SIM
JOSÉ CARLOS ARAÚJO (PR) - NÃO
JOSÉ NUNES (PSD) - NÃO
JOSÉ ROCHA (PR) - NÃO
JUTAHY JUNIOR (PSDB) - SIM
LUCIO VIEIRA LIMA (PMDB) - SIM
MÁRCIO MARINHO (PRB) - SIM
MÁRIO NEGROMONTE JR. (PP) - ABSTENÇÃO
MOEMA GRAMACHO (PT) - NÃO
PAULO AZI (DEM) - SIM
PAULO MAGALHÃES (PSD) - NÃO
ROBERTO BRITTO (PP) - NÃO
RONALDO CARLETTO (PP) - NÃO
SÉRGIO BRITO (PSD) - NÃO
TIA ERON (PRB) - SIM
ULDURICO JUNIOR (PV) - SIM
VALMIR ASSUNÇÃO (PT) - NÃO
WALDENOR PEREIRA (PT) - NÃO
Paraíba
AGUINALDO RIBEIRO (PP) - SIM
BENJAMIN MARANHÃO (SD) - SIM
DAMIÃO FELICIANO (PDT) - NÃO
EFRAIM FILHO (DEM) - SIM
HUGO MOTTA (PMDB) - SIM
LUIZ COUTO (PT) - NÃO
MANOEL JUNIOR (PMDB) - SIM
PEDRO CUNHA LIMA (PSDB) - SIM
RÔMULO GOUVEIA (PSD) - SIM
VENEZIANO VITAL DO RÊGO (PMDB) - SIM
WELLINGTON ROBERTO (PR) - NÃO
WILSON FILHO (PTB) - SIM

Pernambuco
ADALBERTO CAVALCANTI (PTB) - NÃO
ANDERSON FERREIRA (PR) - SIM
ANDRÉ DE PAULA (PSD) - SIM
AUGUSTO COUTINHO* (SD) - SIM
BETINHO GOMES (PSDB) - SIM
BRUNO ARAÚJO (PSDB) - SIM (342º Voto necessário para o prosseguimento do processo no Senado)
DANIEL COELHO (PSDB) - SIM
DANILO CABRAL (PSB) - SIM
EDUARDO DA FONTE (PP) - SIM
FERNANDO COELHO FILHO (PSB) - SIM
GONZAGA PATRIOTA (PSB) - SIM
JARBAS VASCONCELOS (PMDB) - SIM
JOÃO FERNANDO COUTINHO (PSB) - SIM
JORGE CÔRTE REAL (PTB) - SIM
KAIO MANIÇOBA (PMDB) - SIM
LUCIANA SANTOS (Pcdob) - NÃO
MARINALDO ROSENDO (PSB) - SIM
MENDONÇA FILHO (DEM) - SIM
PASTOR EURICO (PHS) - NÃO
RICARDO TEOBALDO (PTN) - NÃO
SEBASTIÃO OLIVEIRA (PR) - ABSTENÇÃO
SILVIO COSTA (Ptdob) - NÃO
TADEU ALENCAR (PSB) - SIM
WOLNEY QUEIROZ (PDT) - NÃO
ZECA CAVALCANTI (PTB) - NÃO

Sergipe
ADELSON BARRETO (PR) - SIM
ANDRÉ MOURA (PSC) - SIM
FÁBIO MITIDIERI (PSD) - SIM
FABIO REIS (PMDB) - SIM
JOÃO DANIEL (PT) - NÃO
JONY MARCOS (PRB) - SIM
LAERCIO OLIVEIRA (SD) - SIM
VALADARES FILHO (PSB) - SIM

Alagoas
ARTHUR LIRA (PP) - SIM
CÍCERO ALMEIDA (PMDB) - SIM
GIVALDO CARIMBÃO (PHS) - NÃO
JHC (PSB) - SIM
MARX BELTRÃO (PMDB) - SIM
MAURÍCIO QUINTELLA LESSA (PR) - SIM
PAULÃO (PT) - NÃO
PEDRO VILELA (PSDB) - SIM
RONALDO LESSA (PDT) - NÃO



    Após seis longas horas de votação, em alguns momentos inflamada, 367 deputados aceitaram o prosseguimento do impeachment da presidente Dilma Rousseff. 137 votaram contra. Agora, o processo segue para a apreciação do Senado, com previsão de julgamento para o dia 9 de maio. Caso aprovado pela maioria simples, Dilma será afastada do cargo para as investigações.  Ao término do prazo de 180 dias, um relatório será votado, novamente na Câmara, e os parlamentares deverão votar pela inocência ou cassação do mandato.

Foto: Extraída do site "Uol"